Início Bizarro Video: O caso raríssimo de uma bebé que nasceu grávida do irmão...

Video: O caso raríssimo de uma bebé que nasceu grávida do irmão gémeo

424

Era mais um dia de ecografias para Mónica Vega, que se preparava para ter o terceiro filho, numa altura em que estava a poucas semanas do parto.

No exame a mulher descobriu que a sua bebé estava a desenvolver no seu abdómen um feto menor, com um cordão umbilical próprio e com líquido amniótico, como conta o site espanhol 20 Minutos. Estavam perante um caso de fetus in fetu, quando o corpo de um bebé se desenvolve dentro de outro que está a crescer normalmente.

Este caso, é um fenómeno muito raro, conhecido também como “gémeo parasita”, que ocorre a cada milhão de nascimentos, e normalmente só se consegue detetar no pós-parto.

Contudo, desta vez o caso foi descoberto quando o bebé ainda estava no útero da mãe, tornando-se assim um caso único no mundo.

Com 37 semanas, Monica Vega foi submetida a uma cesariana, para evitar que o feto se desenvolvesse e afetasse os órgãos da bebé.

Depois de nascer, a recém-nascida foi submetida a uma pequena cirurgia para retirar o feto formado, que não tinha extremidades, cérebro ou coração.

Segundo os estudos, o caso aconteceu porque a célula dos gémeos deve ser dividida após a primeira semana, para que tudo esteja normal.

Se isto ocorrer na segunda semana, as crianças que se formarão serão siamesas, contudo, desta vez, ocorreu ao 17º dia, o que fez com que a menina abrigasse o que seria o seu irmão gémeo, no próprio ventre.

O Tá Quieto tem: Videos engraçados, Videos de Rir, Imagens cómicas, Pensamento do dia, Crime, Apanhados, Videos Desporto, Coisas estúpidas, Imagens inacreditáveis, videos para rir, anedotas para rir, videos engraçados youtube, animais engraçados, Mundial 2014, Portugal no seu melhor, Casa dos segredos, SS5, passatempos, ofertas, prémios, tralhas gratis

Partilha com os teus amigos 😉
Share on Facebook
Facebook
0Pin on Pinterest
Pinterest
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.